As operações de habilitação de condutores já estão sendo gerenciadas pelo sistema DetranNet. A partir disso, os boletos para os serviços ligados à CNH não estão mais sendo emitidos antecipadamente - através do DARE ON-LINE, como vinha sendo feito - mas apenas depois de ter sido gerado o débito, a partir da solicitação do serviço ao órgão de trânsito.
   Exemplificando: até antes de 12 de outubro, o condutor que quisesse renovar sua CNH poderia entrar no DARE ON-LINE, hospedado no site da Fazenda (www.sef.sc.gov.br), e imprimir os boletos para o exame médico e a emissão da carteira; a partir da incorporação da habilitação pelo DetranNet - ou seja, atualmente - o interessado deve comparecer ao órgão de trânsito e dar entrada no processo de renovação; somente a partir daí terá condições de gerar as guias e quitar as taxas, que não sofrerão qualquer alteração quanto ao valor.
   A Creditran está on-line no sistema e, por isso, não é necessário apresentar boleto para quitar o débito: basta informar o número do CPF. O Besc entrará em breve neste esquema, mas, por enquanto, para fazer os pagamentos no Banco do Estado de Santa Catarina - da mesma forma que no Banco do Brasil, no Bradesco e no Itaú - é necessário apresentar a guia DARE, emitida a partir do processo iniciado no órgão de trânsito.
   Desde abril do ano passado, o sistema DetranNet administra os serviços de veículos e infrações do Detran/SC. Com a agregação da habilitação de condutores, os usuários terão, em breve, acesso pela internet a informações sobre pontuação e a provas simuladas de legislação de trânsito. A inovação permitirá ainda o acompanhamento passo a passo do andamento dos processos relativos à CNH
.