Em caso de danos ou rasura, extravio, furto ou roubo da CN Habilitação, é necessário providenciar a segunda via do documento, que possuirá as mesmas informações e a mesma validade da habilitação original.

 (Obs.: Este serviço pode ser iniciado na Ciretran, em CFC de preferência do interessado ou diretamente pelos canais digitais do Detran-SC (https://servicos.detran.sc.gov.br/login)).

 

Requisitos:

a) Para emissão da segunda via, a CNH deve estar válida.

 

Documentos necessários:

a) documento de identificação (Art. 1º da Portaria 088/ASJUR/DETRAN/2019);

b) comprovante de residência (Art. 5º da Portaria 088/ASJUR/DETRAN/2019);

c) boletim de Ocorrência (BO), nos casos de perda, extravio, furto ou roubo. Nos casos de perda ou extravio da CNH, o BO poderá ser substituído por declaração do condutor, onde conste a manifestação expressa da perda/extravio do documento, bem como a responsabilidade civil e criminal do mesmo pelas informações declaradas.

 

Etapas do Processo: 

a) abertura do processo no:

I- órgão de Trânsito ou;

II- Centro de Formação de Condutores - CFC;

III- se não houve alteração no endereço do condutor, a solicitação da CNH Definitiva poderá ser realizada pelos canais digitais do Detran-SC (https://servicos.detran.sc.gov.br/login);

b) recolher taxa de emissão da CNH;

c) aguardar o prazo estabelecido pela unidade para a retirada da CNH;

  • Se a solicitação foi realizada pelo portal digital, o sistema avisará ao condutor que a CNH está disponível para retirada.

 

Obs.: Segunda via de CNH emitida por outro estado: Quando a CNH foi emitida em outra Unidade da Federação, o condutor deverá solicitar abertura do processo na unidade prestadora (Ciretran) de sua residência, munido dos documentos necessários acima referidos e realizar a captura da biometria (foto, assinatura e impressão).

 

Valor da taxa: https://www.detran.sc.gov.br/informacoes/taxas