Com a incorporação do Besc pelo Banco do Brasil, uma nova sistemática entra em vigor para quem costumava pagar o IPVA e as taxas do Detran no caixa do Banco do Estado de Santa Catarina.
   No sistema antigo, bastava ao interessado informar ao caixa o número do RENAVAM (no caso de veículo) ou o número do CPF (no caso de CNH) para fazer o pagamento, sem a necessidade da apresentação de boleto.
   A partir do dia 18 de abril, com a incorporação, o Banco do Brasil adotará um sistema semelhante, mas não aceitará que o interessado dirija-se diretamente ao caixa e informe os números do RENAVAM ou do CPF: antes, ele terá de passar no caixa eletrônico da agência e emitir um “protocolo” (espécie de boleto para pagamento no caixa), que conterá os débitos a serem quitados. Da mesma forma que ocorria no Besc, o pagamento será on-line.
   Veja no quadro EM ANEXO como proceder para:

   1 – Quitar os débitos diretamente no caixa eletrônico, no caso de correntista do BB/Besc;

   2 – Emitir o protocolo para pagamento no caixa da agência, no caso de não possuir conta-corrente no BB/Besc.

Observações:
• O Banco do Brasil continuará aceitando o boleto de pagamento emitido através do site do Detran, mas nesse caso o pagamento não será on-line (a compensação bancária poderá demorar até 24 horas)
• O pagamento na Creditran (on-line) continua sendo feito com a apresentação do número do RENAVAM ao caixa. O Bradesco, Itaú, Santander, Unibanco, Caixa Econômica Federal e Sicoob/Bancoob continuam recebendo através do boleto impresso a partir do DOSSIÊ DE VEÍCULO e dependem de compensação bancária

CLIQUE AQUI para acessar o folheto de instruções disponibilizado pelo banco