Para o registro de veículos escolares, é necessário apresentar, além da documentação básica:

  • registrador instantâneo e inalterável de velocidade e tempo (tacógrafo), de acordo como que determina a Portaria 14/98 do Denatran
  • autorização do poder público concedente (Prefeitura)
  • laudo de inspeção para verificação dos equipamentos obrigatórios e de segurança, bem como demais exigências do art. 136 do CTB (*)

Deverá ser apresentado também comprovante de pagamento da taxa de vistoria, cuja guia de recolhimento será emitida pelo órgão de trânsito, após a abertura do processo requerido pelo interessado.

Observação:

  • Após efetuado o registro, será expedida autorização específica, de acordo com os arts. 136 e 137 (**) do CTB

(*) Art. 136. Os veículos especialmente destinados à condução coletiva de escolares somente poderão circular nas vias com autorização emitida pelo órgão ou entidade executivos de trânsito dos Estados e do Distrito Federal, exigindo-se, para tanto:

  1. registro como veículo de passageiros;
  2. inspeção semestral para verificação dos equipamentos obrigatórios e de segurança;
  3. pintura de faixa horizontal na cor amarela, com quarenta centímetros de largura, à meia altura, em toda a extensão das partes laterais e traseira da carroçaria, com o dístico ESCOLAR, em preto, sendo que, em caso de veículo de carroçaria pintada na cor amarela, as cores aqui indicadas devem ser invertidas;
  4. equipamento registrador instantâneo inalterável de velocidade e tempo;
  5. lanternas de luz branca, fosca ou amarela dispostas nas extremidades da parte superior dianteira e lanternas de luz vermelha dispostas na extremidade superior da parte traseira;
  6. cintos de segurança em número igual à lotação;
  7. outros requisitos e equipamentos obrigatórios estabelecidos pelo CONTRAN. (Código de Trânsito Brasileiro)

(**) Art. 137. A autorização a que se refere o artigo anterior deverá ser afixada na parte interna do veículo, em local visível, com inscrição da lotação permitida, sendo vedada a condução de escolares em número superior à capacidade estabelecida pelo fabricante. (Código de Trânsito Brasileiro)