Para os procedimentos no órgão de trânsito, será aceito para comprovação de residência, de acordo com a Portaria 88/Detran/Asjur/2019: 

  • Serão aceitos para fins de comprovação de residência junto ao órgão de trânsito: contas de água, de luz, de gás canalizado, de telefone, de internet fixa ou TV a cabo, boletos de condomínio, de cobrança de plano de saúde, contratos de locação com firma reconhecida em cartório ou correspondências de instituição bancária.
  • Considera-se válido para comprovação de endereço o documento expedido em até 90 (noventa) dias que antecederem a protocolização do requerimento perante o órgão de trânsito. 
  • Serão aceitos para fins de comprovação de residência documentos em nome dos pais, filhos e cônjuges ou conviventes, com a devida comprovação do parentesco, mediante documento de identidade legalmente válido, certidão de nascimento, casamento ou união estável. 

  • Não dispondo de documento que comprove residência, poderá o interessado utilizar comprovante em nome de terceiro, desde que acompanhado de declaração do titular, com firma reconhecida, como forma de comprovar residência no local.